ESTRUTURA

O Instituto de Medicina e Projeto, por intermédio de seu corpo técnico e diretivo, visa a contribuir para a implantação de programas de saúde e a capacitação de profissionais, criando condições para a construção de um modelo de atenção à saúde participativa e solidária, com uma Gestão de Serviços de Saúde que busca a excelência de forma integrada.

SEUS DIRIGENTES

Diretor-Presidente: 
Alexandre Santos de Abreu

 

Diretor-Financeiro:
Luiz Carlos de Souza

imp-organograma.jpg

a. Gestão de Pessoas: no IMP, o capital humano é o recurso mais importante. Dessa forma, acreditamos e investimos na capacitação de nossos líderes que desenvolvem um verdadeiro espírito de equipe gerando a motivação necessária para que todos os colaboradores se sintam valorizados, colaborando assim para que as metas sejam alcançadas.


b. Gestão de Suprimentos: gerencia estrategicamente diferentes fluxos (de bens, serviços, consumo e informações), bem como as relações entre fornecedores, visando alcançar e/ou apoiar os objetivos institucionais, fortalecer seu poder de compra e reduzir custos de aquisição e administração de bens e serviços. A gestão adequada da rede permite uma produção otimizada para oferecer ao cliente final o produto certo, na quantidade certa. O objetivo é a redução de custos aliada a aquisição de produtos de qualidade que agregam valor ao serviço prestado na Área de Saúde.
 

c. Gestão de Patrimônio: centraliza o controle dos bens sob permissão de uso, que foram cedidos para uso na vigência dos contratos assinados, bem como, os bens adquiridos e que posteriormente são incorporados ao patrimônio do parceiro público. Todos os itens são catalogados e inseridos num sistema que visa manter seus valores atualizados com a aplicação da depreciação de acordo com seu tempo de incorporação.
 

d. Gestão Financeira: responsável pelo controle das diversas contas correntes dos municípios parceiros do IMP, considerando que cada convênio possui sua conta específica implementação dos Planos de Trabalho. É o setor que controla as despesas operacionais, coordena as contas a pagar e receber, e realiza todos os pagamentos inerentes às parcerias.
 

e. Gestão de Custos: a complexidade do sistema de saúde, com diversas fontes de financiamento e a necessidade de logística sofisticada na aquisição e distribuição de insumos, exige a centralização da informação e a criação de centros de custos para maior controle dos dados gerenciais.
 

f. Gestão Fiscal: proporciona a assertividade no cumprimento da legislação vigente, respeitando as alterações a atualizações, para que todos os processos e pagamentos inerentes às parcerias sejam respeitados e cumpridos em tempo hábil.
 

g. Contabilidade: contabiliza e escritura todas as transações financeiras, desenvolvidas na execução das parcerias em conformidade com as melhores práticas contábeis adotadas no Brasil e normas estabelecidas pelos órgãos reguladores.
 

h. Tecnologia da Informação: acompanha e zela pela segurança dos dados e o bom funcionamento da rede de computadores do IMP. Tem como objetivos a armazenagem do banco de dados corporativo, com backup local e na rede, zelando pelas informações ali contidas, além da análise e desenvolvimento de ferramentas que integrem os demais departamentos.
 

i. Prestação de Contas: realiza a prestação de contas das nossas parcerias, demonstrando, através de Relatórios assistenciais e financeiros, o alcance das metas pactuadas com seus Indicadores previamente acordados. Esta ferramenta retrata, fielmente, os serviços prestados, além de ser fundamental para a auditoria de contas.
 

j. Controladoria: toda a estrutura gerencial do IMP trabalha de forma integrada, e  essa integração é coordenada pelo nosso sistema de Controladoria.

Logo-IMP-001-05.png